Buscar

Toxina Botulínica aplicada à estética do sorriso

A toxina botulínica, quem diria, pode fazer mais do que minimizar rugas e marcas de expressão. Nos consultórios dentários, ela já é aplicada para controlar dores e disfunções da articulação mandibular, além de corrigir sorrisos altos, àqueles que mostram mais gengiva do que deveria (sorriso gengival).

Como tem o efeito de paralisar músculos, o "botox", como é mais conhecido, auxilia no tratamento de pacientes com dores dos músculos mastigatórios e estruturas adjacentes da face e do tórax, que podem estar acometidos com dor muscular. Atua em problemas de limitação da abertura da boca e da função mastigatória (DTM’S).

Também trata dores de cabeça tensionais e crônicas, causadas pelo pressionamento e apertamento da mordida durante a noite. A toxina botulínica normaliza a musculatura tensionada em pacientes com bruxismo e evita o ranger dos dentes. Este tratamento dispensa os outros métodos de terapia como medicação via oral e placas diurnas e noturnas.

Também normaliza a musculatura de pacientes que apresentam exposição alta da gengiva; aquele sorriso gengivoso que incomoda quem tem e quem vê; quando o paciente fala e sorri. O resultado é muito eficiente! E, o paciente, ganha estética sorrindo normalmente.

As expressões fortes das mímicas faciais são reduzidas e o paciente se vê mais rejuvenescido, luminoso, descansado!

Usada há pelo menos 20 anos no tratamento das doenças caracterizadas pelo excesso de contração muscular, como bruxismo, a toxina botulínica atua nas junções neuromusculares periféricas. Quando injetada em músculos, bloqueia a liberação da substância responsável pela contração. A diminuição da dor é um reflexo do relaxamento muscular.

— Medicamentos anti-inflamatórios ou relaxantes musculares usados para eliminar dores de DTM não têm ação específica nos músculos mastigatórios como a toxina botulínica e apresentam efeitos colaterais indesejados.

O efeito da toxina inicia em torno de uma semana após a aplicação, promove relaxamento do músculo e diminuição da contratilidade excessiva por um período de seis a doze meses. Ou seja, as injeções de toxina botulínica devem ser reaplicadas nos músculos mastigatórios para continuar gerando relaxamento e reduzindo a dor.

Os efeitos colaterais do uso da toxina botulínica são raros e, quando aparecem, são transitórios.

O paciente não fica com assimetria facial, com dificuldade de falar ou em abrir a boca. Ocorre um relaxamento muscular de anormal para normal.

A aplicação é praticamente indolor, rápida e diretamente nos músculos faciais envolvidos com os problemas. A aplicação é precedida de anestesia tópica: cremes e frio.

Essa terapia é contraindicada para gestantes ou mães em fase de amamentação.

5 visualizações
RT CROMG 15092
  • Facebook ícone social
  • Instagram

Endereço:

Av. Afonso Pena, 4121 - Conj. 701 -704 

Mangabeiras - Belo Horizonte - MG 

CEP: 30.130-008

Tel: (31) 3389-1043

Whats app: (31) 99718 6688

E-mail: cursos@mariliafigueiredo.com.br

Instagram:@dramariliafigueiredo

Páginas:

Início

Sobre

Tratamentos 

Cursos

Galeria

Contato

Blog

Copyright © 2019 Instituto Marília Figueiredo