Buscar

Mau hálito ou Halitose

Atinge frequentemente pessoas que cuidam da higiene bucal, não é engraçado, e é prevalente, infelizmente, no nosso meio. As que não cuidam e higienizam mal também é claro, também é frequente. Mas precisa fazer uma consulta com quem entende do assunto, o DENTISTA.

As bactérias presentes na boca são capazes de produzir compostos com odor desagradáveis , com presença de enxofre , que causam o mau hálito. Este odor pode ser gerado na boca, gengiva, dentes, língua, principalmente, na parte posterior dela.

Também podemos ter halitose de origem temporária, quando temos algumas doenças respiratórias, como sinusites e amigdalites e quando somos hospitalizados.

As doenças e medicações que provocam alterações na saliva também são responsáveis por halitose, pois a viscosidade e quantidade de saliva é diretamente responsável pelo hálito da pessoa.

O mau hálito ou halitose não é considerado uma doença, mas um sinal de que algo no organismo não está bem, que precisa ser identificado e tratado, pois às vezes pode exigir a participação de diferentes especialistas, além

do dentista.

Bochechos ajudam a melhorar o mau hálito, mas apenas mascaram o odor, não resolvem o problema e que a melhor arma contra o cheiro desagradável é a saliva, pois ela “lava” a boca com enzimas que afastam os restos dos alimentos e bactérias. “Esse problema é muito ruim, porque afeta as pessoas que estão ao nosso redor, não apenas a própria pessoa que tem mau hálito.

Muitas pessoas têm mau hálito ao acordar, porque a bactéria se escondeu em locais sem oxigênio na boca. As glândulas salivares restringem ao mínimo sua produção durante as horas do sono, já que a pessoa não está acordada e comendo. Daí a boca ressecar e as bactérias se multiplicarem, fazendo com que o hálito cheire fermentado ao que foi ingerido na noite anterior. “As pessoas que apresentam cheiro ruim na boca pela manhã é em virtude da produção de saliva se tornar mais lenta durante o sono, o que permite aos ácidos e outras substâncias se deteriorarem no interior da boca. Pesquisas recentes apontam que a região responsável pelo mau hálito é a área posterior da língua, no fundo da cavidade oral. Muitas vezes a boca não é a responsável por esse cheiro, mas sim o esôfago ou o estômago, principalmente em casos de refluxo ou gastrite e é necessário fazer o exame da saliva para examinar de onde vem os gases que exalam o odor.

As principais causas do mau hálito ou halitose são higiene inadequada dos dentes, gengiva; uso inadequado do fio dental, falta de higiene da língua, principalmente do dorso posterior. Cuidados:

Quando ingerir alho e cebola lavar bem a boca e usar enxaguatórios;

Quando ingerir bebidas alcoólicas e cigarros, idem

Evitar boca seca e consumir bastante água mantém a boca umedecida e favorece a produção de saliva.

Pacientes com doenças como diabetes, doenças do fígado e rins, infecções respiratórias, sinusites e amigdalites,

Alimentar-se mais vezes ao dia, evitar jejum prolongado.



Consulte nossa clínica - Faça um exame de saliva e receba o diagnóstico e tratamento específico para seu problema; sem constrangimento e com segurança. Confie em quem sabe cuidar de Saúde Bucal, da sua Saúde Bucal e do seu Hálito!

1 visualização
RT CROMG 15092
  • Facebook ícone social
  • Instagram

Endereço:

Av. Afonso Pena, 4121 - Conj. 701 -704 

Mangabeiras - Belo Horizonte - MG 

CEP: 30.130-008

Tel: (31) 3389-1043

Whats app: (31) 99718 6688

E-mail: cursos@mariliafigueiredo.com.br

Instagram:@dramariliafigueiredo

Páginas:

Início

Sobre

Tratamentos 

Cursos

Galeria

Contato

Blog

Copyright © 2019 Instituto Marília Figueiredo